OS NOVE PORTAIS
(As Nove iniciações de Mistérios Menores)

Obra literária complementar que acompanha o CD musical SURYA de MMSORGE.
Musicas MMSorge



Oriente e Ocidente finalmente se encontraram em uma dança profunda e mística, como um errante dervixe a rodar embriagado da pura luz que nunca se acaba, finalmente o conhecimento divino e a loucura bebem juntos na mesma fonte que a tudo gestou, gerou e criou neste mundo de ilusões, prazeres e sensações passageiras.

“O Mar é uma coisa... 
a espuma, outra; 
Esquece a espuma e contempla o mar noite e dia, 
Tu olhas para a ondulação da espuma e não para o poderoso mar. 
Como barcos, somos jogados daqui para ali, 
Somos cegos, embora estejamos no brilhante oceano. 

Ah! Tu que dormes no barco do corpo, 
Tu vês a água; contempla a Água das águas! 
Sob a água que tu vês há outra água que a move, 
Dentro do espírito há um espírito que o chama.”


Djalâl-od-Din Rûmî
 (1207-1273)


No inicio dessa jornada os caminhos traçados seguem os trilhos da ética e da reta conduta para que mais adiante quando estes princípios estiverem encarnados de forma profunda em nossa alma e Ser possamos romper com as velhas estruturas lineares e lógicas do velho mundo e alçarmos vôo para o desconhecido seio e ventre divino, muito além das formas, dos sentimentos e da mente.

Vem peregrino! Dancemos embriagados do néctar divino e rompamos com o medo que acorrenta, nossas ações, sentimentos e mente. Vem!!! Pois a loucura que me invade é o balsamo supremo da felicidade e da liberdade.

Os nove portais são estágios que o ser humano atinge de compreensão e expansão de sua consciência. Conforme se avança na travessia destes portais, mais difícil se torna o retorno para os moldes e padrões do velho mundo.

Mudança de consciência, elevação de um novo padrão vibratório de pensamentos, sentimentos e ações alicerçados no amor, no coração, na alegria e na entrega absoluta, profunda e vazia de todo ego, nos levará de forma inevitável a elevação e a transformação de nossas condutas e comportamentos, reconstruindo nossa realidade externa com fundamento na intima realidade interna fusionada de forma completa e sem mais resistência ao verdadeiro mar espiritual e invisível que a todos alimenta. Ahhh peregrino! Podes ver! Por Traz do mar existe outro mar. Dissolva-se... Tu nele e ele em ti. Somos um agora.

Quando falamos “Eu não gosto deste mundo como ele é...” vibramos nos velhos padrões ancorados no medo, no confronto, na resistência e na luta, mas, quando mudamos a forma de pensar e falamos “Eu prefiro que o mundo seja assim...” e trabalhamos com amor e dedicação na reconstrução de uma nova realidade, então tudo começa a mudar, percebem a sutil e grande diferença, transformar o universo de dualidades em um universo de unidade múltipla e perfeita ancorada no respeito e na diversidade de expressão do um, o grande mar invisível.

Aqui neste exato momento começa a nossa travessia pelos nove portais da consciência, a partir deste exato momento tudo começa a mudar. Vem!!! Caminhemos juntos.

Somente o amor em nossos corações nos faz avançar e prosseguir na travessia de cada portal com seus respectivos aprendizados, todos sempre ligados a eliminação de egos e ao nascimento e fortalecimento das virtudes para alma, este trabalho sem foco e atenção, sem a auto-observação de si não tem avanços, é preciso que estejamos atentos a cada palavra, cada pensamento, cada ato e ação, tudo que se manifesta fora de nos através de nossas ações e dentro de nós através de nossos sentimentos e pensamentos é um reflexo do que somos.

A afinidade com leituras e textos, com ambientes e musicas, tudo isso para quem estiver atento a si mesmo é material para analise, estudo e foco sobre si, na superação de nossas próprias limitações e no nascimento e fortalecimento de nossas virtudes, juntamente com a expansão de nossas consciências e a elevação de nossa vibração.

Quando se desenvolve um trabalho serio sobre si mesmo na eliminação de egos e no nascimento e fortalecimento das virtudes da alma o avanço por estes nove portais acontecem de forma simples e rápida, somente avançamos com amor na luz cristica, mediante a total e profunda compreensão de cada passo dado neste caminho de expansão rumo à ascensão.

Ao morrermos em nós mesmos renasceremos para a vida eterna no seio amado daquele que é, mas que não é percebido, porem percebe e toca a todos.


“Tocaste a órbita do coração celeste,
agora fica aqui.
Pudeste ver a lua nova
agora fica.

Sofreste em excesso por tua ignorância,
carregaste teus trapos
para um lado e para outro,
agora fica aqui.

Teu tempo acabou.
Escutaste tudo o que se pode dizer
sobre a beleza desse amante,
fica aqui agora.

Juraste em teu coração
que havia leite nesses seios,
agora que provaste desse leite,
fica”.

Djalâl-od-Din Rûmî
 (1207-1273)


É preciso uma mente pura e simples com a doçura de uma criança, porém atenta com a sabedoria e a experiência de um ancião, onde somente o amor e o trabalho a serviço da luz prevalecem na elevação de nossas condutas e vibrações.


A natureza não dá saltos* e o ser humano em sua caminhada rumo à ascensão e cristificação também não dá saltos é preciso compreender cada estagio do processo de expansão de consciência para se avançar, e à medida que se avança na entrada de cada um dos nove portais que são tão somente os primeiros passos de expansão e percepção do todo que nos envolve é que vamos nos preparando para trabalharmos com nossa energia principal, a energia de kundalini, que ativam os nossos chacras e abrem os vórtices e selos mais puros e elevados de energia.

*Quando colocamos aqui que a natureza não dá saltos nos referimos devido ao processo de evolução lento ao qual somos submetidos neste planeta e em muitos setores deste Universo ao qual vivemos e fazemos parte, porém um salto na escala evolutiva é realmente possível quando muitos indivíduos começam a vibrar e entrar em sintonia com a vontade de mudança, tanto para cima quanto para baixo e a Física Quântica tem explicado isso maravilhosamente bem.

Se mais de 30% das pessoas no planeta vibrarem amor, então avançamos muito rápido para a mudança quântica, se alcançarmos 51% de pessoas vibrando o amor, a paz e a reestruturação de nossa realidade em todo planeta, então o salto quântico é possível e nossa realidade se transforma de forma total, porém o trabalho de auto realização e de aperfeiçoamento da alma e do espírito continua até nos fundirmos novamente a fonte imanifestada e incriada que a tudo gerou, renascendo fora dos universos manifestados e criados no exterior dos exteriores. Então querida alma buscadora saiba que você é aquilo que pensa e aquilo que vibra. Eleve-se e ajude seu semelhante a se elevar, assim todos juntos cresceremos em amor e harmonia.

Existe a ascensão da alma para estágios mais sutis de vibrações e dimensões e existe a ascensão completa e perfeita do Ser, nosso foco aqui é essa completa e perfeita ascensão do Ser que nos leva e eleva à cristificação total, a passagem pelos nove portais é tão somente os primeiros contornos para a profunda ancoragem e ao mesmo tempo ascensão do Ser intimo, interno e profundo que habita em segredo no templo de cada coração humano.

Quando avançamos em compreensão expandindo nossa consciência e nosso sagrado coração, interligamos todos os planos da existência e manifestação divina, do Alfa ao Omega, reativando os sete chacras, rompendo os sete selos e assim os finos véus que nos cegam e nos fazem adormecer neste denso mundo de ignorâncias, sofrimentos e ilusões vão sendo gradativamente dissolvidos.

Percebemos que todos nós somos um único corpo em movimento sincronizado, onde nada esta separado de nada, nunca esteve, somos o Uni-versus, unidade múltipla perfeita em ação, sendo revelada a cada individuo que gradativamente vai expandindo e despertando sua consciência para além das dualidades.

Entendam queridos e amados irmãos que os processos de compreensão e expansão de consciência não pertencem à personalidade... ou ao “João” ou a “Maria”... Estes são passageiros e impermanentes, mas sim a alma, é ela que se expande. Se nos deixarmos levar por vaidades e pelo ego e egoísmo humano nos sentindo importantes, perderemos nosso foco e a humildade de servir sempre os nossos semelhantes, então fracassaremos terrivelmente. Essa é uma das primeiras básicas percepções que a personalidade humana deve aprender. A expansão que se ancora em nós não é nossa e sim de nossa alma unida a todas as outras almas que compõe a grande consciência universal, somos um e muitos na pluralidade manifestada da unidade eterna o Uni-Versus e a personalidade humana é tão somente uma folha na frondosa arvore da vida que é nosso sagrado Pai e Ser interno.


“Ninguém fala para si mesmo em voz alta.
Já que todos somos um,
Falemos desse outro modo.

Os pés e as mãos conhecem o desejo da alma
Fechemos, pois a boca e conversemos através da alma
Só a alma conhece o destino de tudo, passo a passo.

Vem, se te interessas, posso mostrar-te”.

Djalâl-od-Din Rûmî
 (1207-1273)


Controlar a energia sexual é saber canalizá-la sabiamente para dentro e para cima, através de exercícios respiratórios (pranayamas), meditação, Foco e atenção, fazendo-a subir pela coluna vertebral até o topo da cabeça e de lá fazê-la descer sutilmente até o coração, expandindo-o com pureza, eliminando com a força da vontade consciente e a compreensão correta, o dragão das paixões da carne. Simbolicamente falando é matar a “carne” para o nascer do espírito divino.

Quando trabalhamos a energia sexual desta maneira com pureza, castidade, renuncia, sacrifício, entrega, devoção e mística, sutilizamos e refinamos o poder infinito desta força que tudo cria, desde seres atômicos e microscópicos a planetas, constelações, galáxias e universos. Esse é o verdadeiro poder da energia sexual. O verbo e o sexo, o chacra laríngeo e o chacra sexual estão intimamente ligados com toda criação.

Ao compreendermos verdadeiramente esta força podemos refiná-la e ancorá-la neste mundo tridimensional juntamente com o espírito eterno que em tudo esta, e não mais usá-la como objeto de sensação e prazer, voltados aos deleites dos sentidos carnais, primitivos e instintivos. Chegou o momento de acordarmos para verdadeira natureza do sexo sagrado.

A ascensão de kundalini e o trabalho de alquimia sexual acontecem somente após a passagem dos nove portais iniciais de expansão da consciência e quando estão intimamente e profundamente aliados ao trabalho da morte dos egos, da elevação das condutas e comportamentos e do nascimento das virtudes da alma no auxilio com verdadeiro amor que não exige condições, a todo ser vivente deste planeta e de todo este universo que se manifesta.

Nada esta além do amor, o amor esta acima da própria lei, o amor é a fonte inesgotável de vida e sabedoria, o amor é o maná dos Deuses, sem o amor nada seriamos, sem o amor não existiríamos.

Por amor tudo no Universo esta em equilíbrio desde um pequenino átomo as maiores e mais complexas Galáxias e Universos.

A grande força dos opostos que se complementam também interagem com perfeito equilíbrio e sincronismo em tudo que esta manifestado, abaixo no mundo material, no meio onde coexistem os mundos dimensionais e acima no plano do espírito puro e todo este sincronismo é fruto puro do amor divino, que verteu como uma fina chuva orvalhada no amanhecer da vida manifestada.

“Eu soube enfim que o amor está ligado a mim.
E eu agarro esta cabeleira de mil tranças.
Embora ontem à noite eu estivesse bêbado da taça,
Hoje, eu sou tal, que a taça se embebeda de mim”.

“Sou medido, ao medir teu amor.
Sou levado, ao levar teu amor.
Não posso comer de dia nem dormir de noite.
Para ser teu amigo
Tornei-me meu próprio inimigo”.

“Não temos nada além do amor.
Não temos antes, princípio nem fim.
A alma grita e geme dentro de nós:
- Louco, é assim o amor.
Colhe-me, colhe-me, colhe-me”!

Djalâl-od-Din Rûmî
 (1207-1273)

O equilíbrio dos opostos, dia e noite, sol e lua, frio e calor, seco e úmido, doce e amargo, também se refletem no universo humano, nas polaridades do Homem e da Mulher.

Precisamos conhecer profundamente a nós mesmos e somente conhecendo a nós mesmos de forma profunda compreenderemos os Deuses e todo o Universo manifestado e assim gradativamente vamos dissolvendo os véus que nos deixam cegos e submersos em um mundo de ignorâncias, escuridão e sofrimentos.

Forjar homens e mulheres totalmente solares em mundos de terceira dimensão é um grande desafio, pois o grau da lucidez de percepção e profunda agudeza de seres despertos na terceira dimensão em cem por cento e em um mundo de dualidades é extremamente raro no universo. Seres com essa envergadura conectados estão com o todo e são o alfa e o Omega, percebem a manifestação dos universos em todas as suas dimensões e mergulham na imanifestação eterna de Deus que em tudo esta, mas que não é notado em lugar nenhum.

Um casal solar unido pela verdadeira luz do amor, do companheirismo e da pureza imaculada, avança rapidamente na travessia destes nove portais quando fazem do ato sexual uma união sagrada, onde as energias sexuais são transmutadas e elevadas para dentro e para cima, sem orgasmos ou ejaculações seminais, esse é o verdadeiro tantrismo branco, que precisa ser compreendido e entendido sem repressões, praticado somente com uma única esposa sacerdotisa e um único esposo sacerdote, eleito pelo nosso Pai interno, nossa Mãe divina, senhora do verbo sagrado e pelos nossos benditos e abençoados mestres que nos orientam ao longo de nossa jornada rumo à ascensão.

Aqueles que ainda não tem suas contrapartes podem também avançar na travessia dos nove portais se preparando mais adiante para receber sua eleita ou seu eleito, se assim for sua escolha e assim continuar o processo no caminho da elevação de suas kundalinis e da expansão de suas consciências rumo ao seio imaculado do pai eterno de todas as luzes.

Cada Portal transpassado e a cada ensinamento completamente absorvido com todos os seus princípios latentes encarnados na alma humana faz o pequeno caminhante dar mais um passo, a felicidade e a alegria toma conta de todos e uma grande festa interna acontece, pois mais uma criança divina esta nascendo para uma nova realidade longe dos abismos da dualidade e pouco a pouco vai expandindo sua consciência e a ascendendo para os mundos puros do espírito do Pai.


"Vem,
Te direi em segredo
Aonde leva esta dança.
Vê como as partículas do ar
E os grãos de areia do deserto
Giram desnorteados.

Cada átomo
Feliz ou miserável,
Gira apaixonado
Em torno do sol."

Djalâl-od-Din Rûmî
 (1207-1273)


***


OS NOVE PORTAIS


(As Nove iniciações de Mistérios Menores)

Primeiro Portal
(Primeira Iniciação de Mistérios Menores)

A Entrega


Tudo começa com a entrega sincera e verdadeira na busca de aprimorar-se e elevar-se cada vez mais rumo ao espírito solar que em tudo esta, alimentando e gerando ininterruptamente a vida nas infinitas dimensões e planos da manifestação com suas mais distintas formas e aparências.

É tão simples e profundo ao mesmo tempo o primeiro portal que o faz ser o mais importante de todos os demais, sem a verdadeira e sincera entrega nada acontece, nada renasce, nada desabrocha, nada floresce no interior de cada alma que vive a profunda experiência dos planos da existência e da manifestação.

Nos entregamos para vir ao plano das manifestações e também nos entregamos para retornar ao seio da imanifestação que em tudo esta sem ser notada ou percebida.

A mente não pode perceber as coisas alem dela. O universo é mental, as dimensões são mentais, todas as formas e aparências pertencem ao mundo da mente, dos conceitos e das idéias. Quando a mente entra em uma nova freqüência vibratória toda a realidade vivida por ela da um salto quântico, assim a mente deixa uma determinada freqüência para habitar uma nova freqüência, seja ela mais densa, ou seja ela mais sutil, porem tudo é mente que ressoa de oitavas a oitavas. A imanifestação transcende todas as leis dos universos e adentra no vazio que ilumina e esse vazio que ilumina esta alem da mente que pensa.

Ao compreendermos o valor da entrega abrimos o primeiro passo e portal na longa jornada de travessia das formas manifestadas e pensadas para a não forma vazia e iluminada.

Podemos ascender para planos e dimensões superiores e estes planos e dimensões superiores podem ser de quinta, sexta, sétima, décima ou milionésima dimensão, estas dimensões são sem sombra de duvidas planos mais luminosos da manifestação divina, vibrando em altas freqüências, que não são percebidas por mentes mais densas, porém ainda fazem parte dos universos manifestados da mente.

A Entrega é um COAN a ser compreendido na mais profunda essência da palavra. Ela precisa ser sentida verdadeiramente e vivida de forma plena e total, esta alem de todos os conceitos, alem do corpo, dos sentimentos e da mente. A entrega é a conexão mais pura com a parte mais intima de cada ser.

Entregar sua vida ao caminho íntimo e interno é saber que a partir deste momento serás guiada ou guiado por uma força que transcende os poderes deste mundo, e somente a força intima e interna do amor pode nos guiar nesta travessia.

Se não há verdadeira entrega e confiança em cada passo que se abre rumo a este novo universo, e ao amor incondicional que a tudo penetra sem distinção, o primeiro portal nem se abre.

Aqui começa uma relação mais profunda entre o mundo interno e o mundo externo, o mundo interno de nossos sentimentos e pensamentos do mundo externo das formas sedutoras, passageiras e ilusórias. A atenção deve estar presente em todas as situações exteriores do convívio familiar e social e o caminhante deve estar atento como estas situações reagem dentro de cada um de nós transformando-as de forma consciente em aprendizados de expansão, alicerçados na compreensão e no amor. Isso nada mais é do que enxergar com os olhos do espírito através das virtudes da alma.

Confiança e entrega ouvindo sempre a voz do silencio e do coração é dar o primeiro passo para se atravessar os nove portais rumo à ascensão.


***

“O Homem e a Mulher em equilíbrio e unidos na lei do Amor Universal
constroem uma nova realidade que transcende a existência de todas as coisas
impermanentes e ilusórias.

Dois que são Um,
e um que são muitos na correnteza da vida manifestada.

Juntos e unidos pelo fogo e pela água estão a um passo do nada que tudo é,
e tudo sustenta.

Prontos estão para deixarem de SER
e mergulharem no não Ser.

Finalmente chegastes ao ponto de onde tudo parte
e para onde tudo retorna,

de onde tudo começa
e onde tudo termina,

“O NÃO SER por trás do Ser”
Imanifestado Sou.

Já ouço a voz que me chama para não mais SER.

Venham a mim todos os mansos,
simples de mente e humildes de coração.

Venham a mim todas as criancinhas,
pois estou em todos os lugares e em lugar nenhum.

Venham a mim,
pois sou aquele no não existir;
que sustenta e faz o “TODO” existir.

Aprendestes a resistir,
porém agora deves compreender o não resistir.

Entrega-te...
Retorne a mim que tudo sou e nada sou”.


FIAT LUX
PAX

***
   

Segundo Portal
(Segunda Iniciação de Mistérios Menores)

A Fé



O poder da Fé pode mover montanhas!

Jesus sabiamente já havia nos dito que se tivéssemos a fé do tamanho de um grão de mostarda já seria o suficiente para movermos montanhas.

A Fé e a Pureza de sentimentos e pensamentos podem nos fazer andar sobre as águas, atravessar o fogo ou voar com este corpo físico nos céus, como fazia o santo Italiano San Guiseppe da Copertinno.

Fortalecer sua Fé é não desanimar frente às dificuldades que surgirem, sejam elas profissionais, financeiras, familiares e emocionais, ou sejam elas relacionadas à nossa saúde ou a saúde daqueles que nós amamos.

Todos estes obstáculos aparentemente difíceis, pois são ilusórios, vem para lapidar o caminhante e forjar nele as virtudes da determinação, do foco e da atenção na superação de si mesmo, se mantendo sereno e alimentado sua Fé no amor, sabendo que nessa vida tudo vai passar e na verdade tudo sempre passa.

O grau de identificação que nossa mente projeta constrói em nós o sofrimento, este sofrimento é causado pela ilusão que nos cerca, esta ilusão que nos cerca é formada por este  mundo que se manifesta e que nos envolve através dos sentidos, dos sentimentos, dos relacionamentos, da mente e das formas passageiras, ilusórias e impermanentes.

Somos constantemente lapidados pelas águas da vida, como as rochas na beira do mar somos desgastados e polidos para mais adiante brilharmos como cristais, prontos para receber a pura luz de nosso ser intimo e sol interno sagrado e assim doá-la sem distinções e sem as distorções do ego e do egoísmo humano para todos os seres viventes.

É preciso a virtude da Fé sustentada pelo tempo que for necessário para alcançarmos nossa purificação, um aspirante sem Fé é como a terra sem água, dali nunca brotará nem nascerá nada, mesmo que as sementes já estejam plantadas é preciso a água da Fé para que elas germinem, cresçam e dêem seus frutos.

Ao caminharmos confiante na entrega e sustentados pela fé começamos a desvendar nossos próprios mistérios íntimos e profundos.

Entrega total, de Corpo, alma e espírito e Fé inabalável nos projeta para o próximo portal.

Vem!!!


***

“Mergulhar em si mesmo é desbravar o insondável,
é tocar o inalcançável,
é revirar nas profundezas de vossas entranhas todo o negro e escuro mar das ignorâncias,
é forjar nas trevas profundas de vossos próprios abismos a luz de toda manifestação.

Criar, recriar,
Modelar e remodelar a vida que se expressa e se manifesta pela sutil presença da luz imanifesta que a tudo gera e que faz nascer de seu ventre profundo todas as luzes.

Mergulhem,
Mergulhem nas profundezas de vossos seres
e encontrarão no vale da morte mística e psicológica o sutil alento e segredo de toda a criação.

Dor e reflexão...
Amor e compreensão...

Servir, Renunciar e Sacrificar-se.

Isso nos forja estar além das formas, dos sentimentos e da mente.

Mergulhar para dentro de si é encontrar em sua pura essência
o início de toda manifestação”.


FIAT LUX
PAX


***


Terceiro Portal
(Terceira Iniciação de Mistérios Menores)

Superando o Medo


Superar seus próprios medos é ter a condição básica para se abrir o terceiro portal e atravessá-lo com total entrega e fé.

A mente nos açoita com terríveis imagens irreais que nós próprios criamos por medo do desconhecido. O desconhecido nos gera pânico, pavor, mas isso acontece porque a mente sempre alucina e fantasia realidades que ela mesma constrói e prende a sutil alma nos calabouços da dúvida, dos pensamentos sem luz, no subconsciente e no infra-consciente, projetando e criando abismos e infernos que são os reflexos de nossa própria mente, de nossos egos e egoísmos e principalmente de nosso medo.

Superar sua mente e as alucinações criadas por seus medos e egos é fundamental para se cruzar este portal.

Se deixarmos a energia do medo que vibra em uma freqüência muito baixa nos envolver seremos derrotados, mas se elevarmos nossa freqüência para a freqüência do amor e para a freqüência de nosso cristo intimo e interno, então nada poderá nos atingir, nem garras, nem chifres, nem setas invisíveis, nem imagens assustadoras. Assim neutralizamos o medo que vivia dentro de nós e nos tornamos invisíveis e inalcançáveis.

Até mesmo para os demônios aéreos que são invisíveis aos nossos olhos físicos, porem sólidos nos céus astrais e mentais de Gaea e que externamente buscam nos manterem coagidos na vibração do medo, para assim nos cegar e nos fazer adormecer para a verdadeira natureza da vida, são totalmente neutralizados, pois o amor, a fé, a confiança, a entrega sincera e verdadeira ao nosso cristo intimo nos eleva para um novo estagio e vibração eliminando de nós todo o medo, o amor neutraliza todo medo e nos eleva para uma nova dimensão, assim atravessamos o terceiro portal que agora é apenas poeira cósmica pulverizada pela luz de nosso cristo intimo.

Os demônios manifestados nos planos astrais são formas pensamentos caídas e mexem com nossos medos através de sentimentos, sentimentalismos, romances (corpos sedutores de belos homens e belas mulheres que buscam somente prazeres) e tudo aquilo que ligado esta com as sensações visuais, auditivas e das formas, eles também são mestres nas construções das formas assustadoras, deformadas e demoníacas, que acabam sendo o próprio reflexo do que eles mesmos são.

Estes medos e manipulações devem ser superados, mediante o exercício atento da não identificação.

Todo este trabalho com o plano astral será visto mais adiante no levantar da terceira Kundalini, que ligada esta com o universo das emoções e dos sentimentos e com o nascimento de mestres de terceira maior como são conhecidos.

Quando estamos ancorados verdadeiramente na luz de nosso Cristo Intimo nada temos a temer, pois, ele é a pura luz que ofusca a escuridão e a ignorância do mundo que se manifesta com suas formas passageiras e ilusórias que são; Maya e Mara.

Maya é a grande ilusão é o véu que recobre nossos olhos com uma fina e sutil venda, nos ofuscando da verdadeira luz do cristo ou a consciência iluminada de Buda, pois os dois são um só na eterna verdade e Mara são nossos desejos e egos, personificados em formas de monstros e demônios internos e externos, que rondam nossos pensamentos e sentimentos nos seduzindo, apavorando e nos amarrando no mundo submerso das ignorâncias humanas.

Quando superamos nossos medos e desejos, avançamos relativamente rápido rumo à ascensão de nossa alma.

Os demônios manifestados nos Planos mentais são também formas de pensamentos caídas e desconectadas com os reinos da pura luz, estes demônios dos planos mentais são os mais perigosos e os mais ardilosos, se manifestam como vampiros psíquicos que sugam nossas energias e nos prendem através de fascinantes historias das mais diversas matizes e para os mais ecléticos gostos, falam de falsos portais dimensionais com suas naves físicas ou etéreas e são capazes de emitirem uma forte luz de uma falsa natureza que ilude, aprisiona e manipula o sedento e cansado buscador, para assim sugar toda sua vitalidade energética mental.

Somos alimento psíquico para estes vampiros do mundo mental e nem percebemos que toda nossa energia é tragada e drenada por estes falsos “Mestres de Luz”, que na maioria das vezes nem se dão conta que o são e caminham cegamente e de forma sincera e equivocada para os abismos e ralos cósmicos.

Existem sim seres dimensionais com suas naves e suas tecnologias avançadíssimas que trabalham em sintonia com a energia cristica, mas devemos estar atentos para os falsos “salvadores da humanidade” e seus falsos mestres, pois eles com seu vampirismo psíquico e suas manipulações sutis desviam para fora do caminho que leva para a verdadeira luz cristica multidões de almas seduzindo-as com suas falsas promessas.

A verdade esta dentro de cada coração e não fora nos mundos sedutores de maya e Mara.

Nós somos e sempre fomos os responsáveis pelos nossos atos. Nossa salvação esta na conscientização de que somos nós quem construímos nossa realidade e a vida ao nosso redor, é extremamente cômodo e fácil esperar que venham seres de outros planetas ajudarem a acabar com todas as nossas mazelas, cassinos, corrupções, prostituições, guerras e egoísmos, somos nós os responsáveis por nossa sujeira interna e externa, interna no mundo de nossos pensamentos e sentimentos e externa no nosso mundo físico e tridimensional e só cabe a nós mesmos reciclá-la para construir um mundo melhor, mais justo, mais harmônico, essa é sem sombra de duvida nossa maior prova; termos responsabilidade sustentável.

Estes vampiros psíquicos são todos lindos, atraentes, perfumados, se vestem de forma impecável, mas transmitem uma falsa luz. Nem tudo que reluz é ouro, Sophia (nossa Consciência) caiu das mansões celestiais por se deixar fascinar e seduzir pela luz do abismo e mesmo que fosse necessária a sua queda, para assim fazer com que a consciência se expandisse e conhecesse mais sobre os mistérios de Deus, ainda sim a sua queda para os abismos prende e amarra a consciência humana em muitos sofrimentos e dores até que ela finalmente percebe que essa falsa luz não é a verdadeira luz do cristo intimo e interno.  

Cabe a cada iniciado estar atento (dentro deste universo mental onde se manifestam estes demônios sutis da mente) para contornar e identificar com sabedoria estas situações, se desfazendo desta sutil teia que encarcera literalmente bilhões de almas, não só por todo nosso planeta, mas por todo o universo cósmico mental manifestado, jogando-as em um abismo sem volta. Todo este trabalho com o mundo mental será visto mais adiante no levantar da quarta Kundalini que ligada esta a iluminação da mente e ao nascimento de pequenos Budas.

O Medo fecha todas as portas para a luz, Deus não deve ser temido e sim amado, pois integrado esta em você, em seu sentir, em seu falar, em seu ouvir, em seu olhar, Deus não é temor e sim amor e vida em abundância.


***

“Tudo aquilo que enxergamos e identificamos em nosso semelhante que nos traz desconforto, impaciência e rejeição é o que temos em maior quantidade dentro de nós.

Quando transformarmos o externo e não nos identificarmos
é sinal que nosso interno tornou-se limpo.

Vivamos o eterno agora sem idealizações,
quem idealiza algo é a mente.

O Ser simplesmente é.

O Passado Inconsciente é reflexo das atitudes do nosso Presente Inconsciente
que nos projeta para um Futuro Inconsciente. 

Devemos agir com consciência do eterno agora
e perceberemos que o futuro esta no passado
e que o passado coexiste com o presente.

Sejamos "O Alfa e o Omega".

O principio e o fim de nossas existências.
Transcender a barreira do tempo e espaço já se faz necessário.


Despertemos!!!

Thelema, Força, Amor Consciente, Reto Pensar, Reto Falar e Reto Agir.
Luz e Trevas, um laboratório de pesquisas internas.
Transcender a dualidade já se faz necessário.
Estejamos além, muito além do bem e do mal.
Musica, Paz, Incenso e Reflexão.


FIAT LUX
PAX



***

Quarto Portal
(Quarta Iniciação de Mistérios Menores)

A Humildade


Uma vez que entramos neste caminho de aprimoramento e elevação espiritual e superados os nossos medos vamos nos tornando a cada passo que damos mais e mais fortes, nos sentimos como super homens ou super mulheres, começamos a enxergar a vida de forma diferente, com olhos de águia, nos sentimos altaneiros e atentos a tudo que se passa dentro de nós e fora de nós, nos sentimos “poderosos” e é aqui neste exato ponto da travessia que encontramos um obstáculo muito sutil que muitos não enxergam e os fazem estagnar neste caminho do despertar da alma e da consciência humana adormecida.

Aqui nos encontramos cara a cara com mais um portal que se abre e esse portal é um dos mais importantes que deverá estar presente em toda caminhada da alma humana rumo à ascensão, o portal da humildade, sem esta virtude é impossível se avançar, ela deve nos acompanhar deste exato ponto para frente até nosso processo final de fusão e ascensão com nosso ser intimo, nosso ancião dos dias e Pai eterno de todas as luzes, os auto-suficientes, os soberbos, os pré-potentes não avançam.

A virtude da humildade esta ligada a uma sutil percepção de que nada somos perante o grande universo que se manifesta. Para os sensatos, para os prudentes, para os sábios é evidente o quanto somos pó, menores que um grão de areia no imenso deserto da manifestação.

Todos nós nos sentimos importantes e grandiosos dentro de nosso próprio “ovo” e nem se quer percebemos que ainda nem nascemos para as realidades superiores da alma e do espírito.

Dentro da mãe Terra, da Mãe Gaea, por mais poderosos que pareçamos ser ou mesmo que sejamos, ainda sim, nada somos comparados à própria Terra.

Imaginem a nossa Terra do lado do planeta Júpiter que é muitas vezes maior que a Terra.

Meditemos profundamente sobre estas imagens abaixo:


Imaginem agora Júpiter ao lado do nosso Sol, ele parece uma pequena bolinha de gude.


A certeza que tenho é que em verdade nosso Sol é apenas uma minúscula ponta de alfinete ao lado de grandes Estrelas-Sol como Aldebaram e Rigel e ainda estas são muito pequenas ao lado de Antares e outras gigantescas estrelas que são igualmente pequenas perante o universo que se manifesta.


Reconhecer que mesmo sabendo algo ou mesmo pensando saber tudo, ainda sim nada sabemos, reconhecer a própria ignorância e limitação é sermos humildes e estarmos preparados sempre para aprender com qualquer ser e alma que cruze por nosso caminho, às vezes revestimos verdades profundas com frases antigas ou ultrapassadas para os nossos “tempos modernos”, mas nunca devemos observar a roupagem das linguagens e sim o conteúdo, a alma e o Ser por traz da língua que fala.

Sensibilidade ao ouvir... É necessário se desenvolver essa preciosa virtude.

“Ignorar a própria ignorância é a maior de todas as ignorâncias.”


Certa vez o senhor Tathagata, o Buda, sentado estava em um bosque onde costumava se reunir com seus discípulos e ao apanhar um punhado de folhas em suas mãos disse. “Vejam Bikkus (monges) tudo que eu vos ensinei até hoje, cabe na palma de minha mão.“ Os Bikkus então ao observarem o imenso bosque, totalmente coberto por milhares de folhas que não estavam nas mãos de seu abençoado mestre compreenderam, então o mestre continuou: “Mesmo tendo ensinado tudo que aprendi ainda sim nada sei e muito pouco é perante todo o universo que se manifesta em suas diferentes formas e ilimitados ensinamentos”.

O Próprio mestre Gautama ali da um grande ensinamento de humildade, reconhecendo que mesmo tendo acumulado tanta sabedoria e iluminado sua mente completamente, ainda sim, em verdade nada sabia sobre toda a criação e manifestação de Deus. Reconhecer que nunca saberemos tudo e aceitar com serenidade e amor é um profundo gesto de humildade e entrega.

Aprender a ouvir, aprender a falar nas horas certas, aprender a calar nas horas certas, entender que cada ser humano tem seu direito de expressão, mesmo quando não compartilhamos de um mesmo ponto de vista, todos são livres para se expressarem e é ai que está toda a beleza da criação, ver em um mesmo jardim milhares de flores diferentes em formas e cores e todas elas recebendo o mesmo alimento sem distinção de nosso abençoado Sol.

Aprender com a humildade é dar o passo seguinte, rumo aos novos portais que se abrirão.


***

“Minha alma se inflama e se incendeia,
meus olhos trasbordam o amor que sinto por ti
e as lagrimas caem ao contemplar sua luz.

Envolva-me,
penetra-me.

Ahhh!!! Luz que a todos anima e me anima.

Sou teu,
em lábios,
sussurros,
pensamentos e sentimentos.

Minha alma é tua,
sempre o foi,  
tu o sabes.

Nunca me apartei de ti,
nunca estivestes fora de mim,
somos o mesmo SER!!!

Que todo Universo ascenda,
que dancem as Galáxias embriagadas de amor,
que girem os Planetas impregnados de Luz...

Vem...
Bebamos da fonte que nunca seca...

Tu és também parte desta mesma fonte.
Tu e eu somos ela.

Nunca se seca, nunca secamos.

VEM!!!
Dancemos...”


FIAT LUX
PAX



***
  

Quinto Portal
(Quinta Iniciação de Mistérios Menores)

Desenvolvendo a Compaixão




Entrega verdadeira, fé sustentada, medos aniquilados e humildade profunda preparam o aspirante a continuar avançando rumo a Ascensão de sua alma e cristificação.

A compaixão é uma virtude preciosíssima para aqueles que avançam neste Sendero de lutas e batalhas, no descortinar de suas próprias mazelas e ignorâncias.

A palavra Compaixão tem origem latina. Compadecer é "sofrer com". Ter compaixão é a virtude de compartilhar o sofrimento do outro, o sofrimento esta aliado intrinsecamente com a ignorância, que caminham de mãos dadas com nossos desejos não alcançados, não correspondidos e por termos os nossos egos extremamente desenvolvidos e fortalecidos, porém ter compaixão não significa que você aprova as razões do sofrimento alheio. Exercer a Virtude da compaixão é não ter indiferença frente ao sofrimento do outro e sim aprender a amá-lo de forma totalmente incondicional, ensinando com serenidade, sabedoria e amor o caminho que rompe toda a ignorância e o sofrimento, é saber esperar o momento certo do amadurecimento de cada alma para assim elevá-la a um novo estagio de Ser e Saber.

Se existem trevas neste mundo é devido à existência da ignorância que paira sobre nossa realidade, a ignorância é o maior mal que se estabeleceu neste mundo e aqueles que comandam nosso mundo sabem que enquanto houver ignorância haverá escuridão e manipulação, porém não existe tempestade que dure para sempre nem tormenta que um dia não cesse, saiba amada alma peregrina que depois da tempestade sempre vem à bonança, esse é um sábio provérbio que a natureza nos ensina.

A Compaixão é fundamental para aqueles que seguem a partir deste momento no caminhar de seu despertar, devemos aprender a exercê-la para atravessarmos o próximo portal observando as mazelas deste mundo e as distorções impostas por uma “elite” minoritária, desprovida de compaixão para com toda a humanidade que sofre e agoniza pela ignorância dos “Poderosos” e, nos empenhar-mos para aliviar as dores causadas por ela.

Devemos então exercer a virtude da compaixão para com estas pessoas que cegamente espalham sofrimentos, escuridão e manipulação ao nosso povo e a nossa humanidade. A “elite” minoritária não percebe esse comportamento e acaba se tornando vitima inconsciente de sua própria manipulação e ignorância, a ela sofre e faz sofrer a população e ambas ficam presas em seus mecanismos, sejam estes financeiros e materiais ou emocionais e mentais. Essa prisão construída inconscientemente pela “elite” existe por não terem um grupo de sábios anciões que possam conduzi-la com amor e compaixão, então por este motivo ela se retro alimenta de sua cegueira e ignorância dando continuidade infinita nas distorções e ilusões que são as responsáveis nas construções do sofrimento.

Todos nós fazemos parte de um único corpo em ação, como podemos alimentar nosso corpo querendo que o alimento ingerido chegue somente a um braço ou a uma perna. A “elite” faz parte de um mesmo corpo planetário de uma mesma humanidade, uns compõe a cabeça, outros o tronco, outros os braços, outros as pernas e na soma de todos nos tornamos UM.

O UNI-VERSUS, a unidade versificada. Somos um único ser, Somos UM.

A humanidade se mutila porque seus indivíduos se esqueceram que todos nós somos um único universo em manifestação e em sincronismo total e perfeito, seja aqui na Terra ou em Marte, neste sistema planetário ou em todos os outros milhares de sistemas planetários que compõe nossa galáxia, seja em nossa galáxia ou em todas as outras dentro deste ou de outros universos. Sempre fomos UM.

Os egos e o egoísmo humano são os responsáveis por toda essa ganância e falso poder, por todas estas distorções.

Aqueles que detêm “poder” em suas mãos ainda não compreenderam a máxima da compaixão, são crianças imprudentes e despreparadas que brincam com a vida de seus semelhantes e se esquecem da responsabilidade que estão exercendo no mundo com cada alminha que aqui vive, cresce, se alimenta e evolui. Se esqueceram que todos nós fazemos parte de uma única família global, independentemente de suas raças, culturas, ou classes sociais.

Não devemos aceitar o atual comportamento da “elite” minoritária, mas sim exercer compaixão para com ela e atitude consciente para a mudança de nossa realidade, porém sem nunca se utilizar da violência, apenas se utilizar das virtudes da paciência e da sabedoria instruindo com amor e tolerância cada personalidade que exerce o poder em nosso tempo. O que faria uma professora ao ver uma falha de conduta em seu aluno? Por acaso ela o maltrataria ou o mataria por isso? É claro que não! Isto é insanidade total, ninguém deveria matar uma criança por ela ainda não saber se portar perante aquilo que a sociedade acredita ser o ideal, e sim instruí-la pacientemente, assim devemos agir com as “elites” e com todas as pessoas e nações do mundo.  

A compaixão deve estar nos olhos e na alma de todos os iniciados que aspiram se elevarem para além das limitações do Corpo, dos sentimentos e da mente humana, ela deve permear tudo na vida de um aprendiz caminhante e aspirante ao conhecimento transcendental, desde as pequenas coisas até os grandes acontecimentos de nossa vida ou de nossa humanidade.

Muitas vezes observando as pessoas ao nosso redor se expressarem de forma limitada ou equivocada, quando não temos um trabalho serio no estudo de si mesmo e de atenção plena aos nossos sentimentos, pensamentos e comportamentos, acabamos nos confrontando e querendo mostrar a ferro e fogo nosso ponto de vista, achando que estamos corretos e que aquela pessoa esta errada, isso gera um desgaste emocional e mental muito grande, o que nos faz perder uma enorme quantidade de material psíquico e emocional, que nos fará falta mais avante na construção de nossos corpos solares, o Astral superior e o Mental superior.

Esse comportamento de querer expressar nosso ponto de vista a ferro e fogo acontece devido a não termos a sensibilidade de somente observar e exercer a virtude da compaixão, aqui somos mais dignos de receber a compaixão dos mestres do que saber exercê-la serenamente para com todos os nossos semelhantes.

Se pudermos entender que hoje essa pessoa que se expressa de forma limitada ou até às vezes equivocada esta em um determinado estagio de compreensão, e conforme ela for se elevando e avançando, também irá se elevando e avançando seu grau de percepção e expansão de sua consciência, isso fará com que ela inevitavelmente compreenda sua ignorância, derrube os obstáculos que a prende e a amarra e supere a velha forma de ser e pensar para um novo estagio de ser e saber mais profundos dentro em seu universo interno e psicológico, e fora no universo externo das formas ilusórias e passageiras de Maya que é a grande ilusão.

Então querida alma que ousou levantar os finos véus de seu caminhar interno e oculto, compreender e exercer profundamente a verdadeira compaixão é se importar em dar o tipo certo de auxílio para quem precisa de apoio, sem criar dependências e sem interferir em suas escolhas, é saber o momento certo que cada alma tem para o seu amadurecer, continuando assim seu caminho de elevação moral e espiritual, é não se tornar indiferente frente ao sofrimento de nosso irmão e sim auxiliá-lo na superação de si mesmo, é não sentir piedade, pois a piedade só aumenta a tristeza e a infelicidade daquele que a sente.

Compaixão é um nobre sentimento que deve ser aprimorado constantemente por toda a eternidade e existência de nosso ser, existe a compaixão dos homens, a compaixão dos Budas, a compaixão dos Mestres, a compaixão dos Anjos e suas hierarquias celestiais, a compaixão dos Deuses e a grande compaixão eterna da Luz Imanifesta que tudo gerou, gestou e deu vida para que aqui estivéssemos aprendendo e ensinando. 


***

“O Homem e a Mulher quando maduros em caráter, firmes no Pesar, no Falar e no Agir, ouvirão o clamor de suas Almas e a Força Sagrada, Fogo Inesgotável de seus Espíritos, assim poderão beber nas fontes das águas da vida e da Sabedoria e com entendimento, amadurecimento e discernimento ao beber nas fontes inesgotáveis de Amor, Paz e Luz alcançarão a Libertação Final.

Sábio é Tratar a Amada ou o Amado a conta gostas como a Flor, que de forma muito delicada se faz desabrochar e irradiar Luz e Cores para alimentar o pequenino Beija Flor com a doçura do néctar da vida.

Na medida em que se avança com Humildade, Paciência e Tolerância, as pequenas gotas de água tornar-se-ão copos de Sabedoria levando água ao amado sedento, tornando-o Sábio e Maduro.

Quando o discernimento do SER Amado absorver os Copos de Sabedoria, então assim devemos levar Jarras de Ouro com água pura, adornadas com preciosas pedras, que são as virtudes sagradas de cada alma aqui encarnada e que é guardada em segredo no esconderijo do Altíssimo à sobra do Onipotente, o Espírito de vida eterna, assim passo a passo, caminhamos preparando o ser amado para mergulhar em um mar de Amor e Luz, Respeito, Renúncia, Entrega e Devoção.

Um é a Ponte o sagrado feminino e o outro a Direção a força masculina.

Devemos fortalecer a Ponte e saber apontar a Direção.

A Ponte é escada para subir assim como escada para descer.

A mulher traz em sua natureza intima o maior de todos os dons, gestar a vida e elevar aos céus o homem, mas também da mesma forma que o eleva pode precipitá-lo aos abismos ou infernos.

A mulher sem o homem é incompleta, arvore seca e sem frutos e o homem sem a mulher é vazio, infértil e estéreo, mas com a união dos dois com perfeito sincronismo sexual, emocional, mental e espiritual com pureza e castidade dois corações puros e mansos se unem em um único coração e como duas criancinhas caminham em Direção a libertação final.

O Amor é a energia construtora de todo Universo, é fonte inesgotável, o maná dos Deuses e a estrada invisível que nos mostra a direção e nos leva rumo ao sanctum sagrado do coração.”


AMEMOS...


FIAT LUX
PAX




***

  
Sexto Portal
(Sexta Iniciação de Mistérios Menores)

Transcender a Preguiça e a Má Vontade



Queridos e amados irmãos, a cada novo passo dado gradativamente vamos nos transformando, nos regenerando, nos elevando mais e mais e nos tornando à medida que caminhamos mais sábios, serenos e maduros.

Mais um portal se aproxima; firmeza, segurança, serenidade ao contemplá-lo, força de vontade sustentada, atenção e foco é fundamental aqui. O velho homem esta em seu crisol interno fervendo e fermentando em profunda transformação a velha forma humana, ela esta morrendo para que o nascimento de e um super homem galáctico e cósmico aconteça.

Ressurgir é renascer das cinzas. Veja teus próprios egos e egoísmos sendo aniquilados e transformados em pó, veja a branda e eterna luz pura ressurgir com a queda do ego humano novamente, veja sua ave Fênix interna, e perceba como ela renasce de suas próprias entranhas e cinzas.

Eis que chegou o sexto portal e com ele a tua preguiça e tua má vontade tentarão derrubar-te. Força!

Avance firme, não te sintas coagido, não mais a estas alturas ó águia altaneira de vôo luminoso, sublime e puro, simplesmente voe e liberte-se de suas más vontades e preguiças, simplesmente voe e não tenhas mais receios de saber quem és em essência pura e cristalina. Não pense voe!

Sustentar de forma constante e ininterrupta o trabalho no aprimoramento e lapidação interna da alma é determinante para todos a partir deste portal. Muitas vezes somos pegos pela má vontade de executarmos tarefas, ou sentimos preguiça em exercer tal função em determinado local e às vezes não percebemos e nem nos damos conta que o responsável por essa atitude inconsciente é nosso terrível demônio interno da má vontade, ele bombardeia constantemente a mente dos aprendizes, caminhantes e aspirantes à ascensão para que não tomem ações conscientes que os levem para os caminhos internos do cristo intimo.

Combater a má vontade e a preguiça é estar atento como sentinelas em tempos de guerra e de pronto exercer com firmeza o domínio sobre nossa mente, nossas emoções e nossas ações, é combater com o látego da vontade consciente as manifestações de má vontade e preguiça da mente e assim avançar rumo ao nosso objetivo final. Essa era uma jóia muito importante, também conhecida e ensinada nos tempos da antiga China como a terceira Jóia do dragão amarelo, A Ordem do Dragão Amarelo era uma antiga ordem que ensinava o mesmo velho caminho à ascensão para os caminhantes, aprendizes e aspirantes da antiga China.

Aqui o caminhante começa a ter o primeiro contato com a vontade consciente, na luta de seus próprios defeitos e no crescimento e fortalecimento de suas virtudes. Esse primeiro contato com o demônio interno e psicológico da má vontade começa a mostrar para todo o caminhante a importância de se combater nossa própria preguiça e má vontade interna e externa frente a todas as circunstancias e dificuldades da vida, sejam elas no nosso dia a dia com simples tarefas no auxilio de nossos familiares, ou como cidadãos do mundo, como também principalmente no caminho interno, espiritual e transcendental que o preparará mais adiante para fazer somente a vontade do Pai, a vontade cristo.

Rebeldia com nosso cristo interno nos afasta da vontade do Pai e nos precipita para os abismos de Satan ou de Seth, a rebeldia é fundamental neste caminho de re-evolução da consciência e ascensão da alma rumo ao nosso real e verdadeiro ser, porém essa rebeldia deve ser aplicada contra nossos próprios demônios que habitam dentro de cada um de nós, estes demônios internos estão todos totalmente personificados como nossos defeitos, egos e egoísmos, os demônios de Mara do hinduísmo, os venenos da mente do budismo ou nossa cidade interna e psicológica caída para os abismos internos e externos de nossa própria ignorância.

Dentro de cada um de nós habita uma gigantesca cidade psicológica que obedece somente a vontade do ego humano (os demônios das paixões do mundo das formas, aparências e sensações) e todo aquele que se iniciou neste caminho rumo a sua ascensão começa a perceber o grau e a profundidade que deve alcançar para ascender a um novo estagio de ser e saber.

Combater a preguiça e a má vontade estando alerta a cada instante, a cada segundo, com suas próprias manifestações psicológicas e emocionais, prepara e aprimora todos os caminhantes a continuar seguindo rumo à ascensão.

Eliminar a preguiça e a má vontade no trabalho interno e externo conduz o caminhante ao retorno interno, no seio e ventre de seu Pai/Mãe eterno.


***

“Nós construímos nosso mundo de instante a instante, de momento a momento.
O Passado não mais existe, o Futuro ainda não nasceu, mas o Presente é eterno.

Onde esta seu Foco!!!
Onde esta sua Atenção!!!

Onde esta seu coração?
Ali estará sua consciência.

ACORDE!!!
DESPERTE!!!

CHEGOU A HORA!!!

Na medida em que vamos elevando nossa vibração vamos ascendendo a níveis espirituais mais sutis. Se o nosso foco e nosso coração estiverem voltados para a luz, então gradativamente vamos deixando antigas vibrações mais densas e ascendendo a novas "dimensões" vibrações mais sutis, essa é a peregrinação da consciência "Sophia" por todos os departamentos do reino do Pai até seu retorno a fonte de todas as luzes.

Assim vamos nos elevando até nos fundirmos a luz de todas as luzes, onde somos um só Ser que se expressa através de todos os Seres, de todas as dimensões e mundos existentes e manifestados.

Somos o amor de Deus em sua essência tocando sua criação e através de nós conhecendo-se a si mesmo.

Nos tornamos na não existência a fonte de toda a existencialidade.

Por de traz da fonte luminosa existe outra luz, a luz incriada que a tudo anima e faz existir.

Vem!!!
Retornemos para o não Ser... e tudo seremos.

Meu coração é UM com teu coração.
Vem!!!”


FIAT LUX
PAX



***
  

Sétimo Portal
(Sétima Iniciação de Mistérios Menores)

O Desapego



Entender o Desapego é fundamental para se avançar a partir deste portal.

O Apego nos faz prisioneiros em nosso próprio cárcere psicológico e nos impede de seguir avante na expansão de nossas consciências.

O apego material é tão somente o reflexo materializado no plano físico de apegos emocionais e mentais que vibram em um estado mais refinado, sutil e profundo de nossa psicologia, ele esta ligado intimamente com nosso mundo psicológico, emocional e mental, mundo esse que nós não enxergamos, mas sentimos com profundidade se manifestar em nós através das percepções, das sensações e ações muitas vezes mecânicas e desatentas.

O apego é o resultado das impressões externas que nos chegam através de nossos cinco sentidos básicos, (visão, audição, cheiro, paladar e tato) essas impressões nos geram sensações e essas sensações nos geram um prazer que é passageiro, mas que nos cria dependência, essa dependência nos gera desejo por mais sensações e prazeres trazidos pelos cinco sentidos criando um loopin infinito, Sansara, assim somos aprisionados sem nos darmos conta pelos fascínios e encantos do mundo que é Maya, a grande ilusão. É desse desejo por mais sensações e prazeres que nasce todo apego.

Quando perdemos algo ou alguém que amamos ou que nos apegamos, por falta de compreensão e por ignorância, geramos grandes descargas emocionais e mentais negativas em nosso corpo que nos trazem grandes sofrimentos e angustias para nossa alma.

Devemos compreender o apego em todos os níveis de nossa mente e sentimentos, tudo nesta vida é passageiro e até mesmo os nossos corpos são como uma simples roupa, ao qual usamos para nos manifestarmos neste plano denso e tridimensional.

O que as pessoas não percebem é que enquanto estivermos amarrados a posses, a coisas, a pessoas, a sentimentos e a pensamentos, isso nos impedirá de seguirmos rumo à ascensão de nossa alma.

Amar incondicionalmente e saber se desapegar é deixar que cada qual seja livre para escolher seu destino, é sentir um amor mais profundo que transcende nossa vontade pessoal, nossos desejos próprios e nossos apegos.

Todos nós nos apegamos às coisas materiais, emocionais e mentais porque sentimos um forte desejo de possuirmos algo ou alguém, porém o desejo é o cerne de todo egoísmo, o desejo nos gera apego, também o amor próprio, a auto-importância e a auto-consideração são as raízes de todo egoísmo humano. Meditem profundamente nestas ultimas palavras que foram escritas, aqui esta a principal chave para a libertação total do sofrimento humano.

Para se avançar é fundamental a compreensão de cada apego, somente compreendendo o apego e se libertando dele através da renuncia se avança.

Olhar o Mundo como sendo transitório é forjar na natureza intima de cada caminhante um espírito de transcendência e desapego das coisas mundanas.

Terrível é quando nos deparamos em certas situações da vida onde perdemos algo que nos custou muito caro, sejam elas coisas materiais como; negócios, status, carros, casas, jóias, objetos de toda espécie, ou sejam elas pessoas que amamos e que foram muito importantes em nossas vidas e que não mais estão em nossas vidas, pois seu tempo e seu momento de nos ensinar terminaram, devemos nestas situações compreender com serena atenção e desapego cada situação e com foco e amor continuar nosso caminho rumo à ascensão.

Nesta hora somos provados o quanto nos amarramos com posses materiais ou situações emocionais que envolvem as pessoas amadas, e aqui nos cabe unicamente o trabalho da auto-observação e compreensão profunda de si mesmo que irá revelar a causa do apego para que assim possamos continuar, isso não significa que nos tornaremos frios ou insensíveis, ao contrario, nos tornamos completamente conscientes sobre as situações que nos prendem em ciclos e loopins psicológicos que nos levam a limitação e ao sofrimento.

O Desejo aliado ao apego é terreno fértil e arado para o nascimento de pequenos egos e se não estivermos atentos, estes pequenos egos acabam se robustecendo e se transformando em uma grande cabeça de legião interna, que pode ser a Ira, a Inveja, a Luxúria, a Avareza, a Preguiça, a Cobiça, a Vaidade, a Gula, o Orgulho e geralmente acabamos por desenvolver todas estas múltiplas faces em nossos comportamentos, compondo nossa cidade interna psicológica, esse era o real significado da Cabeça de Medusa na mitologia Grega, a personificação de todos os nossos egos e egoísmos plenamente desenvolvidos dentro de nós mesmos, nossa cidade psicológica, porque perdemos o foco e a atenção e nos deixamos levar pelo sutil desejo e apego das coisas deste mundo impermanente e passageiro.

Todo desejo não alcançado, não realizado, nos traz no mínimo frustração, que pode se converter em melancolia, tristeza e retração ou ira, agressividade e explosão dependendo do traço psicológico de cada ser humano. Percebem aqui a natureza dual se manifestando novamente através do comportamento humano? Lidar com essa dualidade com atenção e foco e saber neutralizá-la com disciplina e mestria é trabalhar seriamente sobre si mesmo, buscando sempre compreender nossas reações intimas, ocultas e internas para assim saber conduzir nossas ações externas.

Desejos não alcançados e não correspondidos servem de alimento para o nascimento de pequenos egos, que ao passar dos anos, dos séculos e das vidas, na grande roda do Sansara, se fortalecem e tomam formas monstruosas, isso acontece devido a nossa desatenção e ignorância, mas quando começamos a compreender o desejo e o apego e com atenção e foco eliminarmos os defeitos e egos que personificam nossas vidas, substituindo-os pelas virtudes de nossa alma, então aos poucos vamos nos libertando das rodas reencarnatórias e seus ciclos e assim elevando nossa a alma e consciência para níveis superiores de percepção e vibração rumo à ascensão.

Não há fim para o nascimento de mais e mais egos. Se não disciplinarmos nossas mentes vorazes eles nascerão mais e mais, se multiplicaram e serão conduzidos pelos cabeças de legiões, assim se ramificam por toda a psicologia humana adormecida e submersa nos calabouços da personalidade como fungos vorazes que a tudo consomem, corroem, destroem fazendo apodrecer a bela laranja na frondosa arvore da vida.

Estar liberto mediante profunda compreensão dos apegos que geram e gestam egos e egoísmos e por sua vez sofrimentos para a alma humana, encarcerada nos calabouços das formas, dos sentimentos e dos pensamentos é dar mais um passo rumo ao próximo portal e todo caminhante que aspira sinceramente a ascensão de sua alma aprende a importância de compreender e viver o desapego em todos os níveis de seu Ser.

Ascender é transformar-se profundamente e totalmente de dentro para fora, nunca de fora para dentro, é libertar-se dos velhos padrões de condicionamento mental e emocional e se estabelecer em uma nova oitava, assim de oitava a oitava a cada salto que damos vamos nos sutilizando até nos fundirmos com a fonte que tudo é, mas que não é vista nem percebida em lugar nenhum.

Então, querida alma peregrina, o desapego esta ligado à compreensão dos apegos e a eliminação do desejo. Eliminando-se o desejo combatemos o cerne, o centro incubador de todo egoísmo.


***

“Tudo aquilo que para o Homem é grandioso neste mundo de aparências ilusórias e passageiras em realidade e verdade é muito pequeno aos olhos de Deus,

Tudo aquilo que é muito pequenino e insignificante para o Homem, apegado a posses e preso neste mundo e ilusões impermanentes, grandioso o é para Deus.

Todas as riquezas materiais do mundo juntas em um único lugar nada valem para o Pai, são semelhantes a um pequenino grão de areia num imenso deserto.

Porém todo serviço desinteressado e todo desprendimento do Certo e do Errado,
do Meu e do Seu, do Ter e Poder, do Bem e do Mal em um único gesto simples e humilde de entrega e renúncia consciente faz um simples e pequenino grão de areia mover todas as estrelas do céu, Redefinir as órbitas dos Cometas e Planetas, revitalizar e construir novas Galáxias, criar Tudo e não ser nada, isso para o Pai é mais precioso do que ter todas as riquezas do mundo juntas em um só lugar.

O Ser despido do Ter, e o Saber despido do Querer.

A Luz que brilha na escuridão profunda e impenetrável dos abismos insondáveis por um instante somente é mais forte que o brilho de todos os Sóis juntos.

Brilhar na escuridão é padecer voluntariamente e de forma consciente trazer vida em abundância a todos em meio a tanta ignorância”.


FIAT LUX
PAX


***


Oitavo Portal
(Oitava Iniciação de Mistérios Menores)

A Renúncia



No inicio de sua jornada e peregrinação rumo ao seu Ser interno e profundo a entrega e a fé abriram os primeiros portais de retorno ao caminho da ascensão para estes valentes caminhantes e descobridores de si mesmos.

Superados seus medos através de profunda compreensão, forjado em si as virtudes da humildade e da compaixão, superadas a preguiça e a má vontade no trabalho de auto-lapidação interna e externa e compreendido o profundo significado do desapego agora se abre um novo portal, o oitavo portal, o da renuncia.

Renunciar a si mesmo e ao mundo é ancorar em si a pura luz interna de seu ser e alma.

“Se alguém quiser vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sobre si a sua cruz e siga-me; Porque aquele que quiser salvar a sua vida perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor a mim achá-la-á. Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?” (Mateus - 16;24/25/26)  

Estas foram as palavras de Jesus, o Cristo Cósmico, ensinando a toda alma humana a importância da renuncia para se atingir a ascensão da alma e integração total com o espírito cristico e divino.

A renúncia neste estagio é fundamental para todo caminhante continuar avançando e aqui cada aspirante a desvendar os profundos mistérios de sua imaculada Helena, sua Isis interna no levantar consciente de seu véu, precisa compreender as máximas da renuncia.

Renunciar a si mesmo, renunciar a seus desejos pessoais, renunciar o fruto de suas ações e de seu trabalho e nada esperar em troca como recompensa é o objetivo e foco deste portal.

Aprender a lidar com todas as situações que envolvem a renuncia e estar sempre atento a si mesmo a cada momento, a cada instante, no ato de cada ação consciente, não buscando reconhecimentos ou méritos, tendo discrição e simplicidade, prepara com profunda devoção o pequeno caminhante de mistérios menores a dar o ultimo passo na finalização de toda uma etapa de aprendizados, forjas e disciplina para a alma humana.

Aquele que a tudo renunciou, tudo conquistou, e somente aprendendo e conquistando verdadeiramente de forma intima e profunda a virtude da renuncia consciente, é que, o agora pequeno mestre e aspirante a levantar as sete kundalinis de fogo, estará pronto e preparado para dar o ultimo passo na travessia dos nove primeiros portais, que o levará ao descortinar de seus próprios mistérios íntimos e profundos, rumo ao encontro de seu real e verdadeiro Ser.

Todos estes portais ao qual passa o pequeno caminhante têm como objetivo elevar de forma consciente, degrau por degrau gradativamente sua alma humana para níveis de consciência superiores, a tornando mais sabia, mais madura, mais profunda e essa profundidade só é conquistada através de compreensão verdadeira adquirida através de cada experiência vivenciada, sendo ela “Boa ou Ruim”, pelo valioso buscador de sua própria e autentica liberdade.


***

“A Libertação não é do corpo, mas sim da alma encarcerada e aprisionada em um mundo de sensações, ilusões e prazeres que nos transportam para uma falsa realidade e um falso centro de equilíbrio alicerçado em Egos, Vícios e Padrões de Comportamento.

Uma Nova Raça esta surgindo e deverá alçar vôo como Águias altaneiras de puro fogo Solar.

A renúncia consciente de si mesmo e o desapego voluntário e desinteressado do mundo da matéria e dos sentimentos por algo ou alguém nos libertará do falso e do ilusório e nos estabelecerá no verdadeiro centro de equilíbrio, O SER.

Quando nos desapegamos e compreendemos o despego, percebemos que nada perdemos.

Sobre estas bases nascerá uma nova civilização, a civilização "do Ser e não mais do Ter", a civilização das Renúncias Conscientes e dos Desapegos Compreendidos, moldando um só corpo onde a felicidade de um é a felicidade de todos e todos são um na manifestação da unidade.

Este é o grande passo rumo a uma nova realidade, que nos estabelecerá entre as estrelas do céu no seio imaculado da grande mãe Universus e na luz do Cristo Cósmico, pois todos somos um no corpo de Cristo.

Venha Aquarius!
Somos um agora e por toda a eternidade, no corpo de Cristo”.

FIAT LUX
PAX

***
  

Nono Portal
(Nona Iniciação de Mistérios Menores)

Aprendendo com o Sacrifício


Compreendido o verdadeiro valor da renuncia então agora o último portal se abre para o fechamento de todo um ciclo de crescimentos e aprendizados na conduta moral e espiritual de toda alma aspirante a libertação e ascensão.

Aqui o caminhante peregrino e já pequeno mestre começava a aprender sobre os primeiros passos do Sagrado Oficio ou Sacro - Oficio.

O Sagrado Oficio estava e ainda está intimamente ligado ao sacrifício em prol das pessoas e de toda a humanidade doente e não ao sacrifício de sangue que eram oferecidos aos antigos anjos e demônios caídos das épocas já degeneradas das grandes e antigas civilizações.

O verdadeiro sacrifício, que é o sagrado oficio, tem como foco e único objetivo, levar a Paz, a compreensão, a sabedoria, a união, o respeito e o amor através da fé sustentada com determinação nas virtudes da alma pelo tempo que for necessário até que o externo mude, aliviando as dores e os sofrimentos de todas as pessoas para assim construir toda uma nova realidade ancorada não mais no ego e na persona (mascara) humana e sim no Ser intimo, interno, profundo e cristico. É estabelecer uma nova era de ouro sobre a face de nosso planeta novamente.

Este é o objetivo deste portal, começar a ensinar e a dar os primeiros contornos sobre as máximas do sacrifício aos pequenos iniciados, que vão se aprimorando e se aprofundando a cada novo passo dado, até atingirem seu grau Maximo de sacrifício que é renuncia total, sacrifício total, entrega total ao seu profundo ser intimo e interno, o Pai que esta em segredo no Templo coração, seu ancião dos dias.

Esse grau de entrega e sacrifício é extremamente raro de se atingir no universo manifestado e pouquíssimos são aqueles que o alcançam, todo aquele que o alcança deixa de ser e existir neste Universo manifestado se tornando aquele que é imanifestado. O IMANIFESTO, o não visto, o intocável, não percebido que depois de brilhar intensamente na escuridão dos abismos e universos manifestados por uma fração de segundos, desaparece como um raio na escuridão, juntando-se a fonte geradora e sustentadora de tudo que existe, se movimenta e se desenvolve nos Universos manifestados.

Todo aquele que compreender o profundo significado do sacrifício e do servir se torna um autentico e verdadeiro homem solar, um grande Sol cristico, que através de sua grandiosa luz de amor, misericórdia, compaixão e sacrifício serve a todos incondicionalmente, sem mais nada desejar ou querer em troca, se tornando a verdadeira luz que a tudo alimenta e que revitaliza todas as outras luzes menores.

Então queridos irmãozinhos, começamos aprendendo com pequenos sacrifícios que fazemos com relação a nossos desejos para com as pessoas amadas ao nosso redor, servindo-as e auxiliando-as, até compreendermos e atingirmos o estágio e o grau de se exercer grandes sacrifícios em prol da humanidade e de todo o universo manifestado de Deus Pai/Mãe.

É fundamental a entrega total do inicio ao final desse caminhar rumo à ascensão de nossas almas para nosso sagrado feminino interno, nossa sagrada e divina mãe, pois é ela que era, é e sempre será a mediadora entre nós, seus filhos, e o grande tribunal da justiça divina, onde é organizada a lei e a ordem no cosmos e no universo manifestado.

Para se alcançar a verdadeira ascensão cada caminhante aprende e desenvolve a profunda devoção e entrega à sua divina mãe e aprende a obedecer a suas orientações e conselhos, pois sem ela e sua concessão não podemos avançar.

Finalmente aqui terminava a primeira etapa, se finalizava a travessia dos nove portais ou as nove iniciações de mistérios menores e se dava inicio a uma nova etapa nas iniciações sobre os mistérios maiores, a partir deste ponto não mais se voltava atrás, começava aqui toda a peregrinação da alma rumo ao levantar das sete Kundalinis.

No levantar das sete Kundalinis, ativamos e colocamos em total desenvolvimento e operação os sete chacras que exatamente são os mesmos sete selos ao qual cita João no apocalipse (a revelação), abertos do alfa ao Omega em nossa vara que é nossa coluna vertebral.

Cada uma destas línguas de fogo acesas e levantadas na coluna de cada mestre da luz revitaliza e potencializa todos os seus chacras e vórtices energéticos do corpo humano em suas distintas dimensões e corpos (Físico, Etérico, Astral, Mental, da vontade, da consciência e intimo).

Contudo a partir deste estagio não mais se pode avançar sozinho é necessário que o pequeno mestre, sendo homem ou mulher, caminhe agora junto ao seu companheiro (a) na forja dos ciclopes, na descida à nona espera, nos sacramentos da igreja de Roma ou a alquimia sexual.

Neste estagio a mulher sem seu sacerdote ou o homem sem sua sacerdotisa não mais avança, por isso a importância dos casais, das forças dos opostos, Sol e Lua, dia e noite, fogo e água, homem e mulher. A Dualidade do macrocosmos Univesus sendo representada no microcosmos Homem/Mulher.

Aqui o pequeno mestre de mistérios menores começa a entender a importância de tudo isso e começa a perceber a força que tudo criou e tudo gerou, desde pequeninos átomos até os grandes universos, a força equilibrada dos opostos que se manifesta para construir através da alquimia sexual.

Tudo é construído nos universos duais pela força dos opostos, tudo é construído no universo dual pela força do sexo e do verbo, o verbo e o sexo estão intimamente e profundamente ligados, um fecunda abaixo nas águas do abismo e o outro fecunda acima na morada dos Anjos e Deuses.

Tudo nasceu neste universo manifestado pela força do sexo, desde pequenos átomos e seres microscópicos às plantas, aves, animais, homens, planetas, galáxias e universos.

Sua natureza espiritual é criação de um grande Ser que te engendrou pela força do sexo puro e imaculado em oitavas extremamente sutis da criação percebe?

Através da união sexual sem maculas e medos, com profunda pureza e castidade sem se derramar o sagrado sêmen masculino e sem se atingir o orgasmo feminino, com pureza de criançinhas é que o casal de iniciados juntos forjam e constroem seus sagrados corpos solares, a conhecida Merkabah dos hebreus, que são os quatro corpos inferiores revestidos com a pura armadura de fogo solar e cristico, impenetrável, incorruptível, imortal e eterna.

Com nossa Merkabah totalmente desenvolvida e construída podemos acessar todos os departamentos do reino do Pai, do Alfa ao Omega, navegando por todos os planos e dimensões através de uma alta tecnologia espiritual de Luz com seus conversores e decodificadores, ela não nos é dada de graça, nós é quem devemos construí-la dentro de nós mesmos e assim gradativamente reativá-la regenerando e conectando nosso código genético caído e desligado a um código genético de luz puro e regenerado, essa conquista se dá através deste longo caminho de aprendizados e expansão de nossa consciência.

A Merkabah é a roupagem na qual todos os seres de Luz se revestem para se manifestarem nos planos mais densos da criação, era desta roupagem de luz que os antigos profetas hebreus falavam em suas escrituras, plenamente desenvolvida e construída conscientemente por estes grandes seres luminosos como os B-nai Or, os Ophanim os Elohim ou os Anjos, Arcanjos, Querubins, Tronos e Serafins.

Teu sagrado corpo é teu templo e nave, reativa-o!!!
Não os dê a outros para que se manifestem, mas desperte e expanda tua consciência com o foco e objetivo de encarnar teu próprio SER!!!

Em um determinado estagio de manifestação extremamente elevado, puro, iluminado e sublime muito além destes universos densos ao qual vivemos os sete chacras se unificam em três forças primarias e neste plano todas as formas são simplificadas em consciências luminosas, porém para se tomar forma novamente é necessário baixar as dimensões inferiores onde esta força ternária se reorganiza novamente nos sete chacras básicos voltando a modelar e reformular o mundo das formas mais densas. A Merkabah é o veiculo completo para se navegar em todos estes planos de existência e manifestação se acoplando automaticamente a cada região da criação, seja ela mais densa ou mais sutil.


***

A Taça se abriu ontem... Então pudestes ver!!!

Teu coração é a porta de tua iluminação...

Silencie...
Perceba-o...
 Entregue-se...

Ritos e rituais te acorrentastes por muito tempo, te condicionastes a seres limitado...

Fostes coagido, golpeado, arrastado, dilacerado intensamente, incessantemente, implacavelmente... ahhh!!! Por muito tempo habitastes sobre o umbral do medo e da limitação.

Mas hoje Teu coração se abriu, teus olhos enxergaram e teus ouvidos puderam ouvir o murmuro das muitas águas e o balsamo supremo... refrigério de teu espírito imortal.

A emoção superior transborda dentro e fora de ti, em teu sangue, em teus cabelos, em tua saliva.

Sentistes o gosto de seres ILIMITADO,
ILUMINADO,
MÚLTIPLO E UNO, 
ETERNO...

Transborda essa emoção do seio do altíssimo de onde tens morada permanente e as derrame para dentro e fora de ti.

Teu coração é a porta de tua iluminação...
Permaneces com ele aberto, pulsante e Ascenso.

Transcendestes a serpente...
aquela a qual engolia sua própria cauda...

  
Te elevaste...

Pelos teus próprios esforços fostes reconciliado e sobre as asas imaculadas de tua sagrada pomba encontrastes a tua ascensão.

FECHE SEUS OLHOS
INSPIRE PROFUNDAMENTE
EXPIRE PROFUNDAMENTE

AGORA VIBRE
VIBREMOS EM SILENCIO O AMOR SUPREMO

Caíram os Ritos e os Rituais
És livre novamente...

VOE!!!


Paz Profunda

FIAT LUX
PAX

***


“Todo iniciado compreendeu que somos um com o todo, somos um com o Cosmos e com todo o Universo, sabe que todos os Mestres, Deuses e Anjos habitam em seu interior como parte do mesmo universo da manifestação. Nossa comunicação nunca esteve interrompida, cada pensamento, cada intenção, cada oração é ouvida e recebida.

Todo iniciado entende que seu corpo é extensão do corpo de seu semelhante e todo mal causado ao próximo em verdade causado foi em si mesmo, por isso anda sempre atento e com FOCO, sabe que a natureza e os animais são partes dele mesmo e por isso os respeitam e os preservam como sanctum sagrado concebido pelo Pai de todas as luzes.

Todo Iniciado aprendeu que seu próprio caminho se faz silenciosamente, discretamente, nada quer para si e por tudo e todos se sacrifica para manter a Paz, a Ordem e a Harmonia.

Todo verdadeiro iniciado irradia com seu perfume o amor e a alegria, consola os oprimidos e aprende a amar seu próximo como ele é sem mais gerar expectativas.

Entende o profundo significado do amor de Cristo que transcende as aparências da superfície ilusória deste mundo caótico e distorcido pelo egoísmo humano e por tudo se sacrifica para trazer vida em abundância.

Todo autentico iniciado aprende com seus erros e os supera, mantém seu foco em seu coração interno, não usa as palavras de forma vulgar, entende que o verbo, o sexo e a criação estão intimamente ligados e são profundamente sagrados.

Todos os iniciados do passado ou do futuro são os mesmos do eterno agora, romperam com as leis de tempo e espaço e se estabeleceram além de todo egoísmo e de toda a dualidade.

Não mais julgam, apenas observam e amparam com infinito amor e sabedoria os nossos irmãos e semelhantes.

Aqueles que a tudo renunciaram tudo conquistaram, depois de tantas batalhas, atritos e conflitos causados pelo ego renunciam a si mesmos e se entregam sem mais resistência ao cristo intimo que os conduzem em retorno para o ventre do Pai, então se fusionam a Luz de todas as luzes cessando assim todo um ciclo de aprendizado neste universo manifestado.”

“Venham a mim as criancinhas, pois delas é o reino dos Céus”.


FIAT LUX


***


Cristo Vive!!!
A palavra Cristo vem do grego e significa, o ungido, aquele que percorreu o caminho ou aquele que conhece o caminho.

 Site/Blog Oficial


Conheça também:
TRITOCOSMOS - O PÔSTER

***